Mudança na carreira: como buscar novos desafios dentro do marketing B2B?

Autor

Compartilhe:

Seja você profissional de marketing B2B ou não, é muito provável que em algum momento já tenha colocado sua carreira no divã. Aquele momento em que a gente se pega refletindo sobre o que fazemos e se aquilo ainda é desafiador e estimulante. O tipo de reflexão que pode nos levar a pensar em uma mudança na carreira.

Desejar novos desafios e querer recuperar um entusiasmo que pode ter se perdido com o tempo é algo natural a todo profissional. É uma situação que pode gerar anseio por uma reviravolta radical na vida, como pensar em trocar de profissão. Mas para quem atua em áreas ricas de oportunidades como o marketing B2B, uma mudança na carreira pode acontecer sem tanta radicalidade.

Quer entender como isso é possível? Vem com a gente nessa conversa porque aqui vamos trazer alguns insights sobre como encontrar novos e estimulantes desafios dentro do marketing B2B e oferecer dicas valiosas sobre o que está aquecido (e o que não está assim tão quente) dentro desse universo.

Trocar de área no marketing B2B e encontrar novos desafios
Quando colocamos a carreira no divã e passamos a desejar algum tipo de renovação, nem sempre é preciso mudar completamente de profissão. No caso do marketing B2B, existem tantas formas de atuar dentro dele que é sempre possível encontrar boas oportunidades e novos desafios.

Esta é uma realidade que se amplia à medida que novas tecnologias e recursos digitais vão surgindo e sendo incorporados ao dia a dia. Porém, antes de falarmos em oportunidades, vale uma dica para sua reflexão sobre mudar de área.

Descubra qual mudança na carreira você quer
Mais do que pensar em áreas de atuação, você deve pensar sobre formas e lugares de atuação. É o que explica Guilherme Sboarim, sócio da Conversa.Tech, agência especializada em marketing B2B.

“Primeiro é preciso pensar em onde atuar em termos de tipos de organizações. Um profissional dessa área pode atuar em empresas de diversos portes, em agências especializadas ou até mesmo como empreendedor ou autônomo”, define Sboarim.

Gestão de demandas ou mão na massa
No caso de empresas, é importante que se saiba que o porte delas tende a definir o modo como você vai atuar, seja qual for a área. Aqui é preciso que você saiba qual o seu perfil, se é mais de fazer gestão de tarefas ou de colocar mesmo a mão na massa.

“Em grandes companhias será preciso lidar com equipes grandes e tomadas de decisões mais lentas e, às vezes, até burocráticas”, aponta Sboarim. “Como elas atuam com muitos fornecedores em suas demandas de marketing, o perfil de atuação do profissional dentro delas tende a ser mais de gerenciar essas demandas e entregas dentro de uma estratégia. Já quem atua em agência ou empresas menores vai colocar mais a mão na massa e lidar com as tarefas mais táticas e práticas do dia a dia.”

Marketing B2B: onde estão as oportunidades?
O marketing B2B é um universo bastante amplo e, por isso, tem sempre muitas oportunidades de atuação. Especialmente por ser um segmento do marketing com características muito próprias, que demanda profissionais que entendam sua dinâmica que é muito diferente do B2C. Entretanto, se formos pensar onde estão surgindo novas oportunidades com mais velocidade, certamente podemos apontar as startups.

“São empresas que já nascem com o grande desafio de crescer com muita velocidade, por isso buscam profissionais capazes de impulsionar esse crescimento com planejamentos ágeis para lançamento de produtos e estratégias de growth marketing”, explica Sboarim. Porém, ele também alerta: “Para atuar nesse universo de startup é preciso ter perfil adequado e, principalmente, saber lidar com grandes pressões por resultados no curto prazo, com metas bastante agressivas”.

Análise de dados: segmento bastante aquecido
Pensando mais de modo geral em um mercado que vai muito além de startups, uma área bastante aquecida em termos de oportunidade de carreira é a de data analytics. O avanço constante da transformação digital está entregando cada vez mais dados para as áreas de marketing, por isso há essa demanda por profissionais com competências de extrair, organizar, analisar e interpretar esses dados para gerar insights.

ABM: tendência de oportunidades
Outra área que demonstra estar aquecida para profissionais do marketing B2B é a de ABM (Account-Based Marketing). Esta é uma estratégia com foco em determinado grupo de contas, personalização e na qualidade da abordagem que ganhou notoriedade durante a pandemia.

Com resultados positivos, a tendência é que ganhe cada vez mais importância nas estratégias de marketing das empresas, o que vai demandar profissionais capacitados para desenvolver ações de marketing B2B baseadas em contas.

Eventos: área em remodelação
Ao avaliar as possibilidades de mudança de atuação dentro do marketing B2B, é importante saber quais áreas estão passando por mudanças. Nesse sentido, a área de eventos tende a passar por uma forte remodelação nos próximos anos para se readequar às novas demandas.

Isso ocorre não apenas como efeito da pandemia, que no seu período mais intenso impossibilitou qualquer organização de eventos presenciais, mas também por uma questão de grande digitalização e surgimento de canais e formas inovadoras de fomentar negócios e promover relacionamento entre empresas.

“Esta é uma área que tende a diminuir o volume de ações e produções, pelo menor no mundo físico. Claro que com a retomada das atividades presenciais eventos em geral seguirão sendo organizados, mas a tendência é que seja com frequência e dimensões menores”, avalia Sboarim. “É válido que profissionais dessa área ou que desejam atuar nela se capacitem para utilizar novas ferramentas digitais.”

Promover mudanças na carreira sempre envolve riscos e inseguranças. Por isso, a dica mais importante é avaliar seu perfil e entender onde se encaixa melhor. Uma vez que isso seja feito, a rota deve passar por muita capacitação, com cursos, workshops e estudos sobre o tema. Em um universo tão amplo como o do marketing B2B, realizar uma mudança na carreira pode ser desafiador, mas boas oportunidades estão sempre surgindo.

Compartilhe: